Author Archive

Bruxelas quer que empresas usem a Factura Electrónica

A Comissão Europeia recomendou aos estados membros adoptassem medidas de forma a estimular que as empresas adiram à facturação electrónica.

Segundo a União Europeia, a adopção da factura electrónica traz enormes vantagens para as empresas e para a economia. A poupança nos custos de envio e a redução significativa nos prazos de recebimentos, foram alguns dos aspectos apontados pelo organismo Europeu.

“A facturação electrónica pode fazer uma grande diferença para as empresas, consumidores e comércio europeu no seu conjunto” e permitirá “ganhar tempo e dinheiro”, elucidou o comissário europeu responsável pelo Mercado Interno e Serviços, Michel Barnier.

A União Europeia quer definir um quadro legislativo coerente, nos 27 países, de forma a a favorecer uma adopção rápida e maciça da facturação electrónica pelas PME. Serão desenvolvidas novas normas  Europeias de forma a uni-formalizar o uso dentro do Espaço Europeu.

Fonte | Diario Digital


A Facturação Electrónica e a mudança da hora

Para Rui Agostinho, do Observatório Astronómico de Lisboa, é importante preservar a “hora” com muita segurança, dado que um segundo pode significar “prejuízos de milhões de euros”.

Exemplo disso é uma transferência bancária internacional que, num determinado momento, tem um “valor de câmbio e, no segundo seguinte, já sofreu uma variação” – e isto em “valores grandes dá milhões”.

Com a implementação de sistemas de facturação electrónica,  a hora legal ganhou uma maior importância dado que tudo passou tudo a ser registado ao segundo, desde transferências, depósitos, concursos, bolsa, compras ou vendas.

Os computadores tornaram a hora precisa, ganham-se ou perdem-se concursos por um milésimo de segundo.

Os cinco relógios atómicos que determinam a hora legal estão ligados electronicamente, pelo que é “praticamente impossível alguém adiantar ou atrasar a hora”, além de que “não se consegue entrar na sala”.

O Observatório Astronómico de Lisboa disponibiliza a hora electronicamente via Internet, sendo que dezenas de bancos, seguradoras, comerciantes, advogados e outros sectores regem-se pela hora legal para desenvolverem a sua actividade.


YET easyInvoice a nova solução de facturação electrónica

Posicionado para pequenas e médias empresas, o  YET easyInvoice trata-se de uma solução que permite emitir facturas electrónicas de forma simples e rápida, salvaguardando todas as questões de confidencialidade e imposições legais.

A aplicação que é compatível com qualquer sistema de facturação permite substituir a ordem de impressão de uma factura ou de uma nota de débito ou crédito por uma ordem de envio desses documentos, com a grande vantagem de poder acompanhar a qualquer momento o seu estado.

A poupança em termos de custos de emissão e processamento de facturas e a dinamização dos processos administrativos através da automatização de tarefas morosas e de baixo valor acrescentado são outros beneficios que se podem extrair da YET easyInvoice.

A solução pode ser adquirida por um valor de 490€, já tendo incluido um pacote com 200 documentos e licença de utilização de um certificado pelo período de um ano.


Loulé promove poupança da água e Factura Electrónica

A Câmara Municipal de Loulé está promover uma iniciativa que visa sensibilizar os Louletanos para os beneficíos da factura electrónica, e ao mesmo tempo a contribuir para a poupança de água.

A propósito da comemoração do Dia Mundial da Água, no dia 1 de Outubro, a câmara irá promover um conjunto de iniciativas de forma a sensibilizar os munícipes para a poupança da água e de papel. O evento terá lugar junto ao mercado municipal sobre o lema : “Factura Electrónica da Água – Poupe no Papel e na Torneira”

O número de autarquias e empresas que têm aderido  à Facturação electrónica, tem aumentado substancialmente.


Facturas Electrónicas vão poder ser pagas através de homebanking

A SIBS lançou o serviço MBDox que permite que os clientes bancários recebam facturas de diversas entidades através do serviço de “hombanking” e proceder ao respectivo pagamento sem necessidade de ter o documento em formato físico.

O serviço não tem qualquer custo para o utilizador final, não sendo necessário qualquer tipo de autenticação adicional.

Atendendo ao facto que em Portugal há dois milhões de utilizadores de “homebanking” e que, em média, cada um recebe cinco facturas em papel, a adesão a este serviço deverá permite uma poupança de 40 mil árvores que seriam necessárias para emitir as facturas em papel.

Numa primeira fase, apenas os documentos emitidos pela Vodafone, PT Comunicações, Meo e Gascan estarão disponíveis, sendo a ideia alargar para os principais emissores de facturas em Portugal.

Para já só os clientes da Caixa Geral de Depósitos e do Millennium bcp poderão utilizar o serviço, estando em fase de adesão o Banco Espírito Santo e o Banco BPI.

As empresas também poderão aceder a este serviço.


Luis Vidigal fala sobre a Facturação Electrónica

A APDSI (Associação para a promoção e desenvolvimento da sociedade da informação) promoveu um debate e sessão de esclarecimento sobre facturação electrónica. Nesta sessão de esclarecimento são fornecidos alguns dos requisitos e vantagens da factura electrónica.


Portugal é um dos Líderes em eBusiness, eCommerce, eGovernment para Empresas

Segundo um relatório da União Europeia Portugal é um dos países lideres no uso da tecnologia. Segundo o mesmo relatório Portugal continua a progredir a passos largos na inovação tecnológica. A implementação da facturação electrónica.

Segundo o mesmo relatório, Portugal possui valores superiores à média Europeia e 4 de 6 indicadores. Os restantes dois, possui um igual à média Europeia e o outro abaixo.

  • Partilha electrónica de informação com clientes/fornecedores na gestão da cadeia de valor (Portugal=31%; UE=15%; 2º na UE)
  • Utilização de aplicações para integração dos processos de negócio internos em todas as empresas (Portugal=55%; UE=41%; 6º na UE)
  • Troca automática de documentos de negócio com clientes ou fornecedores (Portugal=32%; UE=26%; 7º na UE)
  • Utilização de aplicações para integração dos processos de negócio internos nas grandes empresas (Portugal=82%; UE=71%; 8º na UE)
  • Emissão/recepção de facturas electrónicas (Portugal=23%; UE=23%; 13º na UE)
  • Utilização de gestão analítica de relações com o cliente (Portugal=15%; UE=17%; 14º na UE).

Estes indicadores são muito inspiradores e dão-nos a certeza que estamos a percorrer o caminho certo em relação à inovação e à digitalização da informação.

Fonte | UMIC


Por cada cliente que adira à factura electrónica a Optimus planta um metro de floresta

A Optimus lançou uma nova iniciativa para divulgar e dinamizar a adesão à facturação electrónica.

A campanha tem um objectivo bastante claro, e propõe-se a plantar 100 000 metros quadros de área florestal na serra da Lousã. Em parceria com a Fundação Floresta Unida, a Optimus irá garantir o acompanhamento e a gestão do parque durante 30 anos.

Por cada cliente Kanguu, que adira à factura electrónica a Optimus irá plantar 1 metro quadrado de área florestal. O processo de adesão é extremamente simples.

“Implementada desde 2009, a emissão de facturas electrónicas, em detrimento das tradicionais facturas impressas, tem vindo a contribuir para a redução da utilização de papel – mais de dois milhões de folhas por ano – e para a desmaterialização dos processos, que apresenta um potencial de redução de emissões de CO2 de cerca de 15 por cento das emissões globais portuguesas esperadas em 2020. A nível económico, estas reduções representam uma poupança na ordem dos 2,30 mil milhões de euros.”

Fonte | campeaoprovincias.com


Factura Electrónica obrigatória na Guatemala

Dentro de 4 meses começará a ser obrigatório o uso de factura electrónica, na Guatemala.

Nesta fase estarão obrigados determinados grupos especiais.  Com esta medida espera-se uma enorme poupança com a emissão das facturas em papel. Supermercados e alguns negócios tradicionais poderão continuar a emitir as facturas em papel, no entanto o envio das facturas para a contabilidade, deverá de ser feita através de factura electrónica.

Com esta nova media, a Guatemala, espera que 75% dos contribuintes sejam abrangidos pela lei do uso obrigatório de facturação electrónica.

Fonte | centralamericadata


As Vantagens da Factura Electrónica – Vídeo

As vantagens da factura electrónica são inegáveis. A facturação electrónica é imprescindável para a agilização dos processos de facturação das empresas.

Neste vídeo, disponibilizado pela yetspace, podemos ouvir alguns testemunhos de clientes que aderiram à facturação electrónica e que evidencia as vantagens e os benefícios. Os clientes falam da fiabilidade do sistema, da garantia de entrega de documentos, rapidez das transacções e muitas outras vantagens.

Créditos do vídeo : YETSPACE


Copyright © 1996-2010 Facturação Electrónica. All rights reserved.
iDream theme by Templates Next | Powered by WordPress